Segurança da Informação para a UFBA e para a Sociedade

As organizações e a sociedade estão cada vez mais interdependentes, na medida dos avanços das tecnologias digitais, especialmente no quesito "segurança da informação". Assim como os clientes buscam maior proteção quando acessam conteúdos e expõem dados na rede, a exemplo dos acessos ao internet-banking, as organizações precisam se proteger dos acessos clandestinos promovidos por hackers: crimonosos digitais ocultos nas redes. Os ataques conhecidos como ransomware vêm sendo praticados pelos criminosos digitais e estão sob a mira dos profissionais de segurança nas organizações. O crime conhecido como ransomware consiste numa ação maliciosa que realiza mudança de senhas, com intenção de bloquear o acesso da empresa aos seus próprios arquivos. Em geral a ação é seguida de pedido de resgate para permitir a reversão dos males provocados. O crime se caracteriza, portanto, como sequestro de senhas ou dados. A melhor estratégia para as organizações, evidentemente, é tornar o ambiente comutacional cada vez mais seguro e protegido dos ataques.

Os profissionais especialistas em segurança digital nas empresas evoluem na prevenção e combate a certos ataques. A COSIC, Coordenação de Segurança da Informação e da Comunicação da STI-UFBA, promove ações constantes para a prevenção de segurança e é responsável pelo planejamento das políticas de segurança da informação na UFBA. Em uma recente reportagem do Jornal A Tarde, o nosso colaborador Italo Valcy, coordenador da COSIC, falou a respeito da formação dos profissionais de segurança, das metodologias e das instituições que promovem cursos na área de segurança. Ser profissional certificado em segmentos específicos da área é um dos critérios exigidos das organizações aos profissional de segurança. Além disso, é muito importante ter uma formação de base nas áreas de Redes de Computadores, Arquiteturas e Sistemas Operacionais e Desenvolvimento de Software para dominar aspectos mais avançados na área de Segurança da Informação.

Italo Valcy é graduado em Ciência da Computação pela UFBA, onde também concluiu mestrado. Iniciou carreira profissional atuando por mais de 5 anos no PoP-BA e há dois anos tornou-se analista concursado do quadro da STI. O recorte abaixo traz os detalhes da reportagem: "Hackers do bem travam batalha contra ciberataques crimionosos".